Arquivo da categoria: it girls

Rebeldia com paetê

Um dos estilos mais em voga ultimamente é com certeza o Rock Chic (ou glam rock e outras definições). Com uma mistura bem hi-lo que dá super certo, o rock chic consegue com que paetês, bordados, salto alto e make bem feito dividam espaço com jeans rasgados, detonados, tachas, colares pesados e couro, além da atitude rebelde sem causa. É um estilo que passa uma imagem forte e que veio mesmo pra ficar.

rock chic

Mas a ideia de fazer esse post veio depois de assistir a um clip da música Untouched da banda australiana The Veronicas, de Jessica e Lisa Origliasso. As irmãs gêmeas (idênticas) usam e abusam desse estilo no palco e fora dele.

veronicasNão tá sabendo quem são essas meninas? Então aperta o play pra ouvir uma de suas músicas mais conhecidas e repare nas roupas que elas usam!

E como incorporar o estilo rock chic no dia-a-dia? Por isso, um editorial com ideias – mais possíveis – pra nos inspirar!

rock chic editorialrock chic editorial2

O estilo rock chic tem seu exagero mas como são misturadas peças mais sofisticadas com outras bem informais, a combinação se equilibra. E pra quem se interessou em adotar esse visual, veja o que não pode faltar:

rock chic2

Eu estou super animada pra tentar trazer um pouco dessa rebeldia com paetê pro meu estilo. O rock nunca foi tão glamouroso!

Anúncios

Nova correspondente internacional! De Milão!

Fiquei surpresa e muito feliz quando Alessandra Boratto deixou um comentário aqui no blog se oferecendo para escrever sobre Milão, já que mora lá há um ano, substituindo os ótimos posts (que até hoje geram muitos comentários) da Paty Lanfranchi, que durante alguns meses nos trouxe novidades de lá. Claro que aceitei na hora, afinal é sempre bom saber o que está acontecendo em uma das capitais mais legais da moda. Então, antes de começar sua coluna semanal, saiba um pouco mais sobre a Alessandra (me impressionei com o histórico fashion dela) e aguardem, em breve, muito em breve, novidades que ela vai trazer diretamente de Milão!

perfil alessandra boratto

Como começou sua carreira na moda? Desde pequena sempre fui apaixonada pela moda, acho que nasci com isto, desde pequena minha mae tinha q mandar fazer as minhas roupas pois sempre queria algo que não existia no mercado..enfim, entrei na Santa Marcelina, em uma época que as pessoas nem sabiam o que era uma faculdade de moda…me perguntavam se eu queria ser modelo, costureira, enfim….me formei em 96, foi uma das primeiras turmas a se formar lá….Já na faculdade, comecei a fazer lingeries para vender, depois montei um brechò super legal, o conceito de brechò estava começando a aparecer no Brasil e as pessoas ainda tinham muito preconceito…no ano que me formei eu levei para o Brasil uma marca argentina, a Vitamina, eu tinha a franquia master aqui. Depois de 2 anos vendi a franquia para um grupo de investidores americanos mas continuei gerenciando todo o negócio no Brasil por mais 2 anos, e saí com a crise na argentina, pois a empresa estava enfrentando muitas dificuldades por lá, já não estava vindo muita mercadoria e uns meses depois eles acabaram fechando. Logo depois comecei a desenvolver coleções de bebês para a Daslu e logo foram aparecendo cada vez mais clientes atè que um dia lancei minha própria marca, a Body Baby e foi um sucesso…e só parei com a minha mudança para Milão, em setembro do ano passado.

Desde quando mora em Milão e por qto tempo pretende ficar?  Desde setembro de 2008,  provavelmente não volto mais para o Brasil… (Olha a história: Alessandra morou na Inglaterra aos 17 anos e lá conheceu um italiano. Namoraram, ela voltou pro Brasil, ele queria casar mas a família dela não deixou…terminaram o namoro, perderam o contato, ela casou, teve um filho, que hoje tem 13 anos, se separou quando ele tinha 5 anos e acabou reencontrando o ex namorado italiano ano passado. Decidiram se casar e se mudou pra Milão!)

Está fazendo algum curso por aí ou pretende fazer?  Já até pensei em fazer algum curso de moda por aqui, mas como eu tenho muita experiência profissional, ainda não achei nenhum curso que realmente tenha me atraido, entende!!?? Tenho um hobby, que é fotografia. Todos os catálogos da Body Baby eu que produzi e fotografei….estudei fotografia na faculdade e também fiz um curso em Nova Iorque  há 3 anos atrás. Então não descarto um curso de fotografia.

Como é seu trabalho na recém montada empresa de consultoria internacional? Eu montei esta empresa porque sei bem todas as dificuldades de quem produz no Brasil, a falta de variedades de aviamentos diferenciados, tecidos etc….Então tive a ideia de montar esta a Mini Trend and CoO meu trabalho é enviar informações de moda, tendências aos clientes e também faço pesquisas de aviamentos, acabamentos, tecidos, estampas, etc..Na verdade o meu trabalho acaba sendo muito personalizado conforme a necessidade do cliente. Às vezes ajudo o cliente a criar a coleção ou até mesmo, crio a coleção inteirinha, todos os detalhes, cartela de cores, estampas, tecidos, aviamentos, modelos, tudo….mas claro que o preço da consultoria depende muito do que o cliente precisa.

Como você se define? Sou mega empreendedora, …nao sei porquê, mas sempre tive meus próprios negocios, a minha vida acabou seguindo este caminho, talvez por causa do meu lado criativo, estou sempre pensando em muitas coisas, tenho muitas ideias…e às vezes não dá tempo de realizar todas elas. Sou uma pessoa cheia de energia, feliz e amo trabalhar, acho que nasci para trabalhar, não consigo ficar parada…

Viram só que super correspondente internacional a Alessandra é? Ela também tem um blog, que fala sobre as tendências do mercado infantil: http://www.minitrendsandco.blogspot.com/ com posts super fofos! Então, em setembro, coluna semanal da Alessandra aqui! Aguardem!!

As lindas (e estranhas) bonecas Blythe

Se tem uma bonequinha que chama mais a atenção (principalmente entre os fashionistas) do que a Barbie, é a Blythe. Diferente de tudo que já foi produzido em matéria de bonecas, a Blythe caiu no gosto de quem adora moda e ganhou status de Fashion Doll. Virou toy art, vintage, artigo de colecionador. E tem uma história tão peculiar quanto seu rosto, enorme em comparação ao corpo. E só ver algumas fotos, dignas de editorial de revista, pra logo entender porque essa bonequinha de olhos esbugalhados é tão querida.

blythe doll

A Blythe foi criada em 1972 por Allison Katzman pela extinta empresa de brinquedos Kenner. Ela era similar a outras bonecas da década de 60 e 70, porém a cabeça grande num corpo super pequeno e olhos enormes era seu diferencial. Talvez esse tenha sido o motivo da Blythe ter ficado no mercado apenas por um ano, pois não tinha boas vendas.

blythe doll2

blythe doll3

Já foram lançadas cerca de 130 modelos de Blythe, entre 2001 e 2009. A versão menor, chamada de Petite, já foi lançada em mais de 280 versões. Gina Garan vende em seu site tudo do universo Blythe: livros, roupas, acessórios, olhos (sim, a boneca pode ter os olhos trocados em diversas cores) e até as famosas fotos que ela tirou no final dos anos 90. No Brasil, a boneca pode ser encontrada (como toy art) na loja de Nina Sanders, a Plastik, em São Paulo. Desprezada no começo de sua vida, a Blythe voltou para ocupar o posto (que merecia desde que foi lançada) de boneca mais fashionista do mundo.

Denim revival: camisa e jaqueta

Depois que vi Donata Meireles, diretora da Daslu, dizendo que acreditava muito no retorno da camisa jeans, pensei: opa! Trend Alert! E não deu outra: foi ela falar que comecei a ver a camisa jeans em vários lugares.

denim shirt2E a volta da camisa jeans já estava escrita: desde o verão passado ela já apareceu lá fora em alguns desfiles e nas ruas, pegando carona na Denim Mania (matéria sobre o assunto na Vogue Brasil desse mes). Às vezes mais larguinha, usada por cima de outra blusa, abotoada com legging, quase um mini vestido, ou mais justinha, como a de Cameron Diaz (linda) e Ashley Olsen.

denim shirt

A última vez que usei uma foi há uns 10 anos! Mas adorava: nunca gostei muito de camisas, mas sempre amei jeans, então era um jeito de estar mais arrumada por ser uma camisa, mas despojada, por ser jeans. Não tenho mais nenhuma guardada mas já estou a procura.

denim jacket2

E a jaquetinha? Peça indispensável no guarda-roupa (os anos 80 que o digam), ela ia com tudo. E quem não se lembra de Madonna em 1998 no lançamento do cd Ray of Light com a icônica jaqueta jeans bem escura? Ela conseguiu fazer a peça pegar de novo, mas algum tempo depois, sumiu. Ainda tenho no armário (2 e um blazer!) e sempre gostei mas há uns bons anos não usava. Agora vejo ela por aí, combinada com vestidinhos floridos, jeans (da mesma cor ou não), shorts, saias….

denim jacket

A camisa e a  jaqueta jeans conseguem fazer qualquer produção ficar muito mais jovem. E como combinam com tudo, você pode usar com acessórios e roupas mais sofisticados (como colares de pérolas, calças de alfaiataria e vestidos pra noite) ou mais informais mesmo, como calças jeans (fazendo o estilo rocker), vestidos floridos e shorts. É o resto da família jeans querendo voltar ao seu armário!

Para fãs de correntinhas

Junte uma tendência de peso, uma super top model com jeito de menina e uma marca de jóias de renome internacional. O resultado é a linha My Collection da H. Stern estrelada pela Carol Trentini. Voltada para um público mais jovem, a My Collection tem jóias super delicadas perfeitas para serem usadas várias ao mesmo tempo. Fãs de correntinhas, essa coleção é para vocês!hstern

Só a letra (lá vou eu de novo!) escolhida para a coleção já me fez suspirar! Já imagino todas as bem nascidas e trendesetters não só no Brasil mas no mundo (a H. Stern é tão famosa lá fora quanto aqui) usando. Como o próprio release diz: “peças descontraídas para vestir e não tirar mais.” Alguém duvida?

No site www.hstern.com dá para comprar algumas peças online. Visite para ver o catálogo completo da My Collection também!

Making of do catálogo da RV

Estou ansiosa para ver o catálogo da RV Made for, a marca de Renata Veríssimo. Achei o máximo eles terem escolhidos it girls (com a ajuda da expert no assunto Alê Garattoni) e fazer essa tendência tão forte lá fora há um bom,  começar a aparecer por aqui. Recebi algumas fotos do making of que teve como consultora de beleza e acessórios Victoria Ceridono (chic!), sessão de fotos no Fasano regada a champagne e ainda kit para as participantes, contendo chinelo de oncinha, regata da marca, cd com a trilha sonora da campanha e um perfume (Sarah Jessica Parker ou Kate Moss). Mordomia é pouco né?

making of rv

Foram 15 as meninas selecionadas, de várias cidades e no catálogo terá  um mini perfil de cada uma, escrito pela Alê. Não é pra morrer de vontade de ser uma it girl?

As incríveis jóias da P&P

Quando conheci a Gabi Prado através da Alê Garattoni nesse SPFW, não teve como não reparar no enorme anel (e no esmalte lindíssimo) que ela estava usando. Levei um susto quando ela disse “Eu que fiz”. Só quando voltei pra casa e entrei em seu blog, descobri a sua marca de jóias, a P&P, que ela e a prima Priscila criaram juntas há menos de um ano. Um minuto depois já estava escrevendo um e-mail pra ela com algumas perguntas sobre a P&P porque fiquei enlouquecida com as jóias. Uma mais linda que a outra!

gabi prado2

Gabi, que trabalha no marketing do Glamurama, quer tentar ao máximo conciliar os dois trabalhos. Mas tem planos para a sua marca: “Quero expandir a P&P e ter alguns pontos de venda a curto prazo”. Mesmo que tenham começado despretensiosamente, elas tiveram que correr para produzir mais e colocar um site no ar (o www.joiaspp.com.br ) , já que as pessoas se interessaram pelas jóias. Hoje, a marca é vendida no E-Closet (vale a pena dar uma olhada!) e encomendas podem ser feitas pelo site da P&P.

GABI PRADO

Foi um tanto difícil selecionar algumas peças para mostrar aqui, queria colocar tudo! O colar com pingente do Buda é meu favorito (os pingentes também são vendidos separadamente) e o brinco Ônix preto é hit há tempos! “Tentamos ter como principal característica da marca, seu estilo próprio, bolamos cada peça com muito carinho e gostamos muito de pedras para dar um toque a mais. Mas a inspiração vêm desde Mario Pantalena – que adoooro – até Boucheron”, diz Gabi. E até hoje as peças mais cobiçadas são as primeiras que elas fizeram: o pingente olho grego com turquesa e olho de tigre e o brinco turquesa com ônix (à venda no E-closet). E quem usa as jóias? It girls é claro! Entre elas, Ju Ferraz, Camila Lunardelli, Giovanna Lemes Motta e uma lista que só cresce. E falando em it girl, Alê Garattoni já tinha falado da P&P em março (!) no seu It girls. Para ler o post, clica aqui. O mais bacana do estilo da P&P é que as jóias fazem aquela diferença no look, mas sem ostentar. Perfeitas para serem usadas de dia, de noite, o tempo todo. É pra querer ter uma coleção!